Jornal de Hontem abril 2016

Edições anteriores

DIRETAS JÁ!

PORTELA, Lauro

Muito pouco divulgada pela imprensa mato-grossense, o movimento das “Diretas Já!” Levou às ruas milhões de pessoas em torno da Emenda Dante de Oliveira (PEC n. 5, de 2 de março de 1983), que previa a eleição direta para o cargo de presidente da República. Nas maiores capitais brasileiras, ficou patente a adesão popular nos famosos comícios pela Diretas-Já!, mobilizando artistas (Chico Buarque, Milton Nascimento, Mário Lago, Gianfrancesco Guarnieri, Fafá de Belém, Martinho da Vila, Christianne Torloni), atletas e celebridades do mundo esportivo (Sócrates, Osmar Santos, Juca Kfouri), líderes sindicais e lideranças políticas (Leonel Brizola, Luís Carlos Prestes, Luís Inácio Lula da Silva, Ulysses Guimarães, Tancredo Neves, Fernando Henrique Cardoso, Orestes Quércia, Mário Covas, Roberto Freire, Eduardo Suplicy, Franco Montoro, Miguel Arraes entre outros) .No comício do Anhangabaú, em São Paulo, um milhão e meio de pessoas (segundo cálculos da PM-SP) marcaram presença. 

A popularidade foi tamanha que inspirou um movimento de atletas do futebol brasileiro no S. C. Corinthians Paulista liderados pelos jogadores Sócrates (Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira), Wladimir (Wladimir Rodrigues dos Santos), Casagrande (Walter Casagrande Júnior) e Zenon (Zenon de Souza Farias): a chamada “Democracia Corintiana”.

Em Cuiabá, uma tímida nota cobriu a passagem do movimento das Diretas-Já pela capital do estado, a 20 de fevereiro. O “Jornal do Dia” (21.02.1984) informou que quinze mil pessoas lotaram a Praça Alencastro. Contudo, seu maior foco seria a “Emenda Figueiredo”. O evento mereceu apenas uma pequena nota no jornal “O Estado de Mato Grosso”, de mesma data. Ironicamente, o autor da proposta era cuiabano. Mais destaque mereceu o aniversário da “revolução”, como se referiam ao golpe civil-militar os apoiadores do regime já em crise.

Na noite de 25 de abril, a Câmara dos Deputados derrubou a proposta em votação. Pela constituição em vigência, uma PEC necessitava de dois terços (320 votos) da casa para passar, mas a Emenda Dante de Oliveira obteve apenas 298 votos. 65 parlamentares votaram contra, três se abstiveram, e 113 se ausentaram. Da bancada mato-grossense, votaram a favor os deputados Dante de Oliveira, Gilson de Barros, Márcio Lacerda e Milton Figueiredo, todos do PMDB; votou contra o deputado Maçao Tadano, do PSD; e se ausentaram, acompanhando a manobra dos partidos da base de apoio da ditadura, os depurtados Bento Porto, Ladislau Cristino Cortês e Jonas Pinheiro.

CUIABÁ Comemorou o Aniversário da Revolução. O Estado de Mato Grosso, Cuiabá, 1.º de abril de 1984.

DIRETAS, Grande Concentração Política. O Estado de Mato Grosso, Cuiabá, 21 de fevereiro de 1984.

 

Para saber mais...

 

Galeria JORNAL DE HONTEM DIRETAS
Conectado
Nada por enquanto...